quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Internet seus crimes anônimos.








Estamos na era onde internet pode ser um achado ou grande roubada, neste mundo virtual onde se pode ser quem quiser, existem pessoas oportunistas que criam uma imagem que vai além do possível e acaba por tirar proveito de incautos internautas que de tão bons são ruins para si mesmos...
As famosas redes de relacionamentos saíram da tela do computador e foi parar na televisão HD como notícia criminal, golpes são dados em homens e mulheres, se bem que é as mulheres o alvo preferido e por alguma razão, mais fáceis de serem enroladas?
Acredito que um dos fatores é que estas mulheres geralmente estão na faixa etária acima dos cinqüenta anos, onde na sua adolescência sequer cogitavam essas máquinas fabulosas os computadores, a grande maioria não está preparada para filtrar o que deve ou não ser revelado, uma inocência a cerca de estar só, quando sua informação de perfil foi jogada na rede para o mundo. Lamentavelmente neste exato momento alguma pessoa esta sendo lesada no mundo virtual enquanto teclo este texto. Particularmente não entendo muito por que pessoas buscam em redes de relacionamentos, o ser humano chegou neste grau de desespero e talvez solidão, quais seriam os motivos de acreditar no virtual, não seria mais fácil sair com amigos e conhecer pessoas reais, contudo, ainda assim é terreno de areia movediça...
Um excesso de confiança vai sendo criado, mulheres já perderam a vida e não se trata de virtualidade e sim realidade, se já não bastasse toda violência que sofrem de seus parceiros agora ainda tem que se defender dos maníacos da rede. No Brasil ainda existem outros tipos de crimes na internet das mais variadas formas. Usar o bom senso ainda é a melhor forma de se proteger.

Juntei ao meu texto esta informação retirada do site Marcel Leonardi. Direito na internet.

Advogado Marcel Leonardi, um dos primeiros especialistas brasileiros sobre crimes de Internet. No momento, ele está nos Estados Unidos fazendo um pós-doutorado.
. A Constituição permite o uso de pseudônimo ou mesmo do anonimato, desde que para práticas legítimas. Para práticas criminosas, não.
2. Para autorizar a quebra do sigilo, o Juiz tem que firmar convicção de que foram cometidos crimes contra a honra de terceiros – no caso, calúnia, injúria e difamação. Portanto, sempre há um juízo de valor nessas autorizações, caso contrário a Internet viraria um caos, com pedidos de toda natureza para quebrar sigilo.
3. Há uma diferença entre a legislação americana e a européia e, no caso da brasileira, a proposta Azeredo. Nos Estados Unidos, partem do pressuposto de que o mercado definirá melhor o combate aos abusos. Por exemplo, um Google ou Yahoo sempre manterão registros nos arquivos para apresentarem quando solicitados. Na Europa, há uma lei específica exigindo a manutenção desses arquivos. É a diferença básica entre ambas legislações.
4. Um erro comum, nas vítimas de assassinatos de reputação, é ingressar com ação contra o suspeito, antes de comprovar tecnicamente a autoria. Depois de comprovada, a ação seguirá o disposto na legislação sobre crimes contra a honra, que pode ser uma ação penal (visando condenar o suspeito) e/ou cível (visando indenização).
5. Independentemente de condenações, Marcel sustenta que o próprio exercício do anonimato para ataques contra a honra enfraquece o autor perante a sua comunidade.
Para saber mais o endereço do blog.
http://www.leonardi.adv.br/blog



7 comentários:

Regina Rozenbaum disse...

Renatinha, amada!
Corremos riscos, de todas as formas, nessa arte de viver a vida!!! Que o HOMEM nos acuda e proteja...aff
Beijuuss n.c.

www.toforatodentro.blogspot.com

Ricardo Calmon disse...

EL SUPER FUEFO AQUI CHEGA,YESSS, DE CAPA E ESPADA, PARA LAS MININAS PROTEGER:

Ricardo Calmon disse...

Então, tentando ouvir o som do próprio grito,aqui pouso,douta e filósofa Renata,para comentar post esse,de verdades recheado:
Assim como nas novelas da vida ...,a realidade.....o humano ser (partes deles) aviltam suas frustações pela pífia vida,entre iludir los otros...na Internet aussi ,isso acontece!outros a Internet responsabizam frustações suas...passionalmente e sexualmente,mantendo um affair,com parceria sua,entre ausencia de competencia para homem ser ,como cidadão e parceiro!
Dito isto,aqui vôo em alçar de vida esta,pois ela continua,entre sal e doçura!

Minha Amiga!inesquecível!
Ai lovi U!

Patroa aussi avec moi ,te abraçamos!

viva La vida

Wanderley Elian Lima disse...

Algumas pessoas realmente não se resguardam em nada, na esperança de encontrar um grande amor. A carência e a solidão, leva milhares de pessoas a terem na Net, sua unica companhia, e aí são iludidas facilmente.
Bjux

Cristina Fernandes disse...

Disseste uma grande verdade: usar o bom senso e nestas questões é fundamental.
Bjs
Chris

manuela baptista disse...

Renata

muito bom este texto!

um beijo

Manu

regina disse...

Ótimo texto... a internet é perigosa? sim,a mídia notícia todos os dias golpes e crimes os mais diversos. Mas creio que usar com moderação e discernimento é a melhor prevenção. Relacionamentos advindos da internet? Eu não creio nesse tipo de relacionamento.Já vivi o suficiente para saber que mesmo no mundo real ninguém conhece ninguém. Olhos nos olhos... e o coração e a mente quem saberá dizer o q se passa lá? Agora, o que dizer sobre quem está atrás de uma tela, em qq lugar deste mundo... pedófilos,tarados,curiosos,pode até haver boas pessoas mas essas são minorias. O melhor é usar os sites sem nenhuma ação q leve a um envolvimento maior. A prudência deve ser sempre a nossa melhor conselheira. Bjs, lindinha. Muito legal seus posts.