segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Depoimento de uma amiga da Morte!


Não me peça perdão já se foi, voou e tenho certeza não voltará para gaiola, perdi o dom da desculpa ou será da tolerância?-Do que me cabe, sou fria como navalha exposta ao sereno e afiada como pedra desgastada pelo vento, meu coração um diamante negro e cheio de mágoa e minha história um drama insuportavelmente maçante...  Não regateio, o esquecimento, o mal que me fizeste mastigo lentamente e o amargo em minha boca cresce, as lagrimas são de raiva e não de remorso não o tenho há séculos...  Amigos não tenho afastei todos que queriam ser, sou cúmplice dos venenos, das facas, das munições, posso ir até uma única pessoa ou devastar milhões, se pensa o anticristo? – Não!
Sou ainda pequena perto da maldade que ele maravilhosamente têm. Até no mau sou egoísta quero uma única definição mas definitiva, meus sinônimos são vários prélio, conflagração, peleja, duelo, combate, luta, todavia aqui me declaro sou a Guerra, gerada da intolerância do Homem...

13 comentários:

Wanderley Elian Lima disse...

Um belo texto porém pesado e tenso.
Beijos

Sonhadora disse...

Minha querida
um belo texto, muito profundo e marcante.

Beijinhos
Sonhadora

Regina Rozenbaum disse...

Afff Renatinha,amada!
Assino embaixo do Wanderley... Sem alienação (às vezes bem que gostaria)é demais para os tempos que ando vivendo...Fuiiii
Beijuuss n.c.

www.toforatodentro.blogspot.com

Regina Rozenbaum disse...

voltei rsrs só prá dizer que adorei o visu novo! Fuiiii de vez...por hj.
Beijuuss n.c.

www.toforatodentro.blogspot.com

manuela baptista disse...

Renata

o homem é o lobo do homem!

territorial
devasta e é devastado

sectário
intransigente
sofre e faz sofrer

intolerante, pois!

um dia seremos melhores?

eu acredito que sim!

um grande abraço, pacífica amiga!

manuela

Maria João disse...

Renata

Obrigada pelas palavras gentis que me deixou nos meus " Pequenos Detalhes".
Voltarei aqui, com o tempo que agora não disponho, para conhecer melhor o seu espaço.

Um beijinho e, mais uma vez, fico grata.

legalmente loira... disse...

querida amiga,
você tem otimos post.
este concordo com o amigo wanderly..tenso...
bjos com carinho.

Valvesta disse...

E é sim intolerante, amiga dos grandes e inimiga dos francos, causadora de dores e de misérias futuras, a guerra e seus senhores são desprezíveis.

. intemporal . disse...

.

. as lágrimas são e serão sempre a réstia . do que fomos por puro en.gano . na intolerância de um umbigo a.penas .

.

. bel.íssimo . na assertividade de uma prosa que assim é cúmplice de um grito de alerta .

.

. um beijo meu .

.

. paulo .

.

meus instantes e momentos disse...

muito bom teu blog.
Gostei daqui.
Maurizio

Regina Rozenbaum disse...

Renatinha, "perdidinha" rsrs, amada!
Óia euzinha aki travéissss! Amanhã, o Bate-Papo continua... bem que eu ando mandando embora...mas "mim" não aparta de euzinha rsrs
Beijuuss n.c.

www.toforatodentro.blogspot.com

Jaime Latino Ferreira disse...

RENATA


Querida Amiga,

Vim e aqui reli o texto desta página ...

E permaneço em silêncio de tão aguçado e profundo o texto ser!

Um beijinho


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 12 de Agosto de 2010

legalmente loira... disse...

querida renata,
Inventamos nosso proprio palco para representar no nosso maior espetáculo, nossa VIDA!!

Beijos....otimo final de semana....