sábado, 22 de maio de 2010

Um índio menino amigo de Peri...




5 comentários:

Wanderley Elian Lima disse...

E desenhou lidamente a página, cheia de natureza e ele perfeitamente integrado a ela.
Beijos

Ricardo Calmon disse...

Amadérrima Minina Renata,desse amor amigo que tanto lapida pessoa minha,de curtas calças me deixastes,aussi emocionado,para uma noite que antecede um dia de domingo,voce o antecipou ,dagora a partir!
Snif,merci pela sensorial sensibilidade tua!

Viva La Vida

Pelos caminhos da vida. disse...

Pelos caminhos da vida. disse...

ESTOU NA FINAL DA COPA BLOG
A VOTAÇÃO JÁ COMEÇOU HOJE E VAI ATÉ O DIA 30/05

É ATRÁVES DE COMENTÁRIOS TAMBÉM, NÃO
DEIXEM DE COLOCAREM SEUS E-MAILS, CASO
CONTRÁRIO O VOTO SERÁ ANULADO.

NO MEU POST ATUAL VC ENTRA POR LÁ DIRETO É SPO CLICAR ONDE ESTA ESCRITO;

clique aqui e Vote anamgs.blogspot-Ana

CONTO COM SEU VOTO, OBRIGADO.

BOM DOMINGO.

BEIJOOO.

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Boa noite, querida. Amei***** Lindo! Como você*****
Não deu pra vir antes.
I love you*****



Flores do amor

Poema da Renata






Sai de cena o frio, entra a primavera.


O sol num riso límpido não tardou


a dar vida e colorido à esfera.


A terra é tatuada de luz e cor.






Na planície azul dos corações


uma nuvem branca se derrama


sobre os rubros botões das emoções,


cingindo de brilhos a densa rama.






Pássaros com asas de serenidade


galgam o mais alto da imensidade


e os desejos de amor vão se elevando.





Nos negros olhos da amplidão, subindo,


raios de luz que a terra vai vestindo,


e a flor do amor no peito fecundando.

Beijossss

De Rê pra Rê

manuela baptista disse...

Bonito!!

este desenho do indiozinho!

beijos

Manuela