terça-feira, 26 de outubro de 2010

sobre o Amor






"même l'amour ne peux pas croire, toujours croire en l'amour, car il avait les mains qui est venu au monde ..."
mesmo que não acreditasse poder amar, ainda assim, acreditaria no amor, pois foi por suas mãos que cheguei ao mundo...

9 comentários:

Wanderley Elian Lima disse...

Lindo e verdadeiro. Sem amor não existe vida.
Bjux

. intemporal . disse...

.

. e será também pelas mãos do amor que d.aqui partiremos .

. para um lugar onde o amor sempre foi é e será sempre a lei universal .

.

. e então seremos LUA - Lei Universal do Amor .

.

.

.

. um beijo .

.

. paulo .

.

manuela baptista disse...

nem mesmo o amor
pode acreditar sempre no amor

e nesse intervalo
acreditamos nós com redobrada fúria!

Renata romântica!

beijinhos

manuela

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Sim, jamais vou descrer do Amor, pois é *o* Motivo de tudo, do ser, do existir, do viver.
Ainda que neste Mundo, a violência sobre o Amor se tenha recrudescido, como neste refrão de Miss Sarajevo:

"Você diz que o rio
Encontra o caminho para o mar
E assim como o rio
Você virá para mim
Além das fronteiras
E dos desertos
Você diz que, como o rio,
Semelhante ao rio
O amor virá
Amor
E eu não consigo mais rezar de forma alguma
E eu não consigo mais ter esperança no amor de forma alguma
E eu não consigo mais esperar pelo amor de forma alguma"

O Amor apenas se encolheu, mas se ampliou e quando vem à tona, é cada vez maior.
Beijos da Renata pra Renata, duas eternas incorrigíveis que só falam em Amor. Por que será, hein?

Jaime Latino Ferreira disse...

RENATA


Minha Querida,

... e se por suas mãos cá cheguei, então vale mesmo apena acreditar!

Um beijinho


Jaime Latino Ferreira
Estoril, 28 de Outubro de 2010

Filomena disse...

Oh, o amor, sempre o amor


Beijinhos e tenha um bom fim de semana

Graça Pereira disse...

Incontestávelmente verdade! E vale a pena amar o amor|
Hoje aqui está frio e choveu e ainda assim, por amor, fui debaixo de chuva pôr flores na campa dos meus amores. Dia 1/11 é dia de Todos os santos os que partiram e os que ainda vão a caminho... Hoje, estou um pouco perdida no tempo das recordações, ainda tão vivas.
Beijos com carinho
Graça

. intemporal . disse...

.

. no dia em que chove torrencial.mente em Lisboa, venho banhar.me do amor que é princípio presente e passagem para a plenitude da eternidade .

.

. um bom fim.de.semana .

.

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Um beijinho enorme, minha amiga.


Chegarás


Tu não podes amar quem nunca viste.
Ouves de longe a voz do coração
Que chama o teu, tremendo de emoção,
Quando te encontras mais vazio e triste?

Tu não podes amar quem nunca ouviste
Ao pé do ouvido a repetir refrão
De amor que invade como um vil ladrão
Todo segredo que num'alma existe.

É meu desejo que te chama agora,
E espero, sim, que venhas sem demora
Para acolher meu coração sofrido.

Vais encontrar-me trêmula esperando
Por teu abraço cálido entregando
O que só em sonhos inda foi vivido.


Sílvia Schmidt

Da Renata para a Renata